Reposição hormonal e fertilidade do homem: os urologistas estão fazendo de maneira correta?
10 fevereiro, 2014
Criopreservação de espermatozoides
6 Maio, 2014

Os danos causados pelos anabolizantes

Não é incomum depararmos com jovens adolescentes e adultos jovens usando inúmeros tipos de hormônios masculinos para fins estéticos. Muitos deles ou quase todos não têm a mínima idéia dos reais efeitos negativos sobre sua saúde do uso de hormônios anabolizantes. E isto até tem uma explicação plausível, pois os efeitos negativos muitas vezes virão ao longo do tempo, no futuro e não serão observados durante o uso destas drogas. Além disso, temos inúmeros casos onde os hormônios são prescritos aos jovens pelos próprios médicos, com justificativas completamente sem embasamento científico e pior ainda: com a promessa de que usarão hormônio e ao mesmo tempo receberão medicamentos para proteger os testículos e o fígado. Acontece que o uso de anabolizantes é muito comum na faixa etária de jovens, ainda sem desejo reprodutivo e esbanjando disposição e saúde. Os famosos ciclos de bomba, ciclos de hormônio. Estes jovens, quando mais velhos, estão se tornando homens inférteis e com os testículos atrofiados. Acontece que aos 16, 17 anos, a preocupação nas academias não é ser pai e sim estar musculoso e com mínima gordura corpórea. Estes jovens são presas fáceis para falsos médicos, falsos nutricionistas, falsos preparadores físicos. Falsos porque promoverão o mal e não o bem para estes indivíduos.

Os anabolizantes mais utilizados são compostos derivados de hormônios masculinos, conhecidos com androgênios, derivados sintéticos da testosterona. Estes hormônios levam a inibição da produção natural de testosterona pelo nosso organismo, ou seja, o organismo diante de grande oferta de testosterona, para de produzi-la naturalmente e muitas vezes esta inibição é irreversível. Além disso a produção de espermatozóides é totalmente comprometida, pois o mesmo mecanismo funciona de maneira idêntica para as células germinativas, que estão no interior dos nossos testículos, que ficam inibidos pelo anabolizante. Sabemos claramente que todos aqueles em uso de hormônio masculino para sinfs estéticos têm algum grau de queda na produção de espermatozóides.

Desta maneira, a catástrofe pode se instalar: testículos com sua função inibida e com queda na produção natural de hormônio masculino e espermatozóides.

Os anabolizantes produzem realmente homens fortes e esteticamente perfeitos mas com testículos reduzidos de volume e hipo-funcionantes. A idéia da viabilidade de se reverter este quadro com outros hormônios é verdadeira, mas em muitas situações o sofrimento testicular foi tão grande que o quadro torna-se irreversível, gerando homens que dependerão eternamente do suplemento hormonal e que terão enorme dificuldade em ser pai. Isto ocorre em até 20% dos homens usuários de anabolizantes, que evoluem com fibrose intra-testicular e o reparo desta situação é impossível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entre em Contato
1
Agradecemos o seu contato. Como podemos ajudar?
Powered by